quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Sem saber nome de pai e da mãe jovem é registrado sem sobrenome

Por Joabe Reis
Papocamos a informação!

A Polícia Civil de Uruará auxilia jovem de 18 anos em processo de regularização de registro e emissão de documentos pessoais. O jovem natural de Uruará (PA) ao tentar conseguir um emprego descobriu que não era possível por não ter sobrenome. O mesmo foi registrado apenas com o nome de Weliton na certidão de nascimento emitida no ano de 2006 no cartório de 2º ofício da cidade de Tucuruí (PA). Ele ainda teve outros dois documentos emitidos tendo apenas o primeiro nome e sem informações sobre filiação, os documentos de identidade (RG) e o título de eleitor, emitidos na cidade de Breu Branco (PA) no ano de 2013, como conta o jovem. “Fui adotado por uma senhora de 75 anos, ela me criou. Quando fiquei maior de idade e quis trabalhar aí fui fazer meus documentos, mas só tiraram o RG e o título desse jeito aí, apenas com o nome, como está no meu registro. Eu tirei esses documentos na cidade de Breu Branco. Eu não sei quem são os meus pais. O meu registro de nascimento fizeram quando eu tinha 8 anos sem nome de pai nem nome de mãe. Vou regularizar minha adoção para poder tirar todos os meus documentos pessoais, porque eu quero trabalhar e assim está quando eu chego no local de trabalho as pessoas ficam é mangando de mim por eu só ter um nome”, disse o jovem.

O jovem será adotado formalmente por uma senhora de 75 anos para que depois possa ter um sobrenome inserido nos seus documentos pessoais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário