quinta-feira, 14 de abril de 2016

Égua fica presa ao cair dentro de fossa séptica em terreno da CEPLAC na cidade de Uruará (PA)

Por Joabe Reis
Colaboração de Cirineu Santos
Solta em via pública égua fratura patas ao cair em fossa séptica no terreno da CEPLAC, cidade de Uruará (PA)
Não é de hoje que animais equinos são vistos pastando pelos canteiros ou transitando pelas ruas da cidade de Uruará (PA), sem que nenhuma providência seja tomada pelo poder público ou proprietários destes animais. Os riscos para a ocorrência de acidentes no trânsito são iminentes. Cavalos, burros e éguas invadem propriedades particulares ou públicas em busca de comida ou abrigo.
À direita da imagem a égua sendo socorrida
Nesta quinta-feira, 14 de abril, um desses animais, uma égua, caiu numa fossa séptica no terreno da CEPLAC (Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira) de Uruará, no centro da cidade. O animal teria caído no buraco durante a noite e foi preciso a utilização de um guincho particular para a retirada da égua de dentro da fossa. O trabalho de retirada do animal foi custeado pela CEPLAC (R$100,00).
Ao chegarmos ao escritório local, da CEPLAC, fomos surpreendidos com um animal dentro da fossa em área da CEPLAC. São 30 anos que a construção foi feita e nunca teve um acidente como este. Pedimos aos proprietários de animais que tenham mais cuidado, deixem seus animais em lugares seguro e não vagando pelas ruas, pois, os animais soltos, podem causar transtornos, como foi este caso aqui hoje”, contou Jailson Brandão, coordenador da Ceplac/Uruará.
O filhote da égua com outros equinos pastando próximo a CEPLAC
O dono do animal ainda não foi identificado, a égua que está amamentando um filhote, fraturou as duas patas traseiras, teve ferimento na cabeça e será encaminhada por particulares a um local adequado onde deverá receber tratamento veterinário.
De acordo com o Código de Postura do Município de Uruará, Lei Municipal 119 de 25 de abril de 1994
Art. 101 É proibida a permanência de animais nas vias públicas
Art. 102 Os animais encontrados nas ruas, praças, estradas ou caminhos públicos serão recolhidos ao depósito da municipalidade.

Art. 104 É proibida a criação no perímetro urbano da sede municipal de qualquer espécie de gado (ovino, caprino, bovino, bubalino, muar ou cavalar).

Nenhum comentário:

Postar um comentário