Espaço Natura Joabe Reis

Espaço Natura Joabe Reis
Click na imagem e Compre Produtos Natura acessando o site http://rede.natura.net/espaco/joabereis produtos Natura, como perfumes, com até 60% de desconto em relação a revista.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Familiares de grávida dizem que médico estava embriagado ao prestar atendimento no Hospital Municipal de Uruará (PA)

Por Joabe Reis
Colaboração: Cirineu Santos
Médico bêbado atende grávida em trabalho de parto no Hospital Municipal de Uruará (PA)
Duas acompanhantes de uma grávida que presenciaram uma cena estarrecedora no Hospital Municipal de Uruará (PA) na madrugada do dia 18 de outubro de 2016, inconformadas com o descaso ocorrido, decidiram denunciar os fatos à nossa reportagem. De acordo com Jessica Santos e Roberta Nascimento, o médico plantonista estava embriagado ao atender a grávida da qual as duas também são parentes.
A gente aguardou o médico por cerca de 2 horas, acho que ele era o plantonista, e quando ele chegou ele estava com os olhos vermelhos e aparentando estar embriagado, inclusive quando ele passou pelo vigia ele caminhava torto. Isso é um descaso que não se pode tolerar” disse Jéssica Santos.
Quando ele (o médico) chegou lá (no hospital) por volta de 1 hora da manhã, e foi fazer os procedimentos, estava na cara que ele estava embriagado, os olhos estavam vermelhos. Ele avaliou a grávida e disse que ela estava com apenas dois centímetros de dilatação sendo que a enfermeira já avia feito uma avaliação e havia dito que eram quatro centímetros de dilatação. A enfermeira chegou a dizer que não iria acompanhar ele na sala de cirurgia porque ele estava bêbado e se ocorresse algum problema ela não iria se responsabilizar. A gente fica com medo. Isso aí é um absurdo acontecer esse tipo de coisa aqui em Uruará. Os órgãos competentes devem tomar providência. O hospital está abandonado. E após o médico fazer a avaliação da grávida ele saiu e foi dormir, mas durante o tempo em que ele esteve prestando o atendimento ele ficou ouvindo música, um forró. Quem acabou fazendo o parto foi a enfermeira. Graças a Deus  ela não precisou ser submetida a uma cesariana. A sensação é de revolta, a gente sente vontade de fazer alguma coisa e não pode”, contou Roberta Nascimento. 
Procurada pela reportagem, a direção do Hospital Municipal de Uruará informou que tomou conhecimento do caso no mesmo dia e que um processo administrativo foi aberto para averiguação do caso. A Secretaria Municipal de Saúde irá avaliar o caso para tomar as medidas cabíveis. O médico não se encontra no Município e segundo informou a diretoria do Hospital ele presta serviços por 20 dias por mês no Município e os outros 10 fica fora. No entanto, deve retornar apenas no dia 01 de novembro, o que não que não significa, segundo informou a direção do hospital Municipal, que vai ser recontratado.
Veja também: Uruará: Motorista embriagado é preso após derrubar poste em frente a Delegacia. No vídeo abaixo:
 Inscreva-se no nosso Canal Clima Quente no YouTube https://www.youtube.com/channel/UCrXXssgco8VURtRf_bw7-IA. Desde já agradecemos a sua visita e a sua inscrição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário