quarta-feira, 19 de julho de 2017

Uruará: Comerciante procura a polícia após receber nota de 100 reais falsa

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará
Polícia Civil investiga distribuição de notas falsas de real na cidade de Uruará
Ainda é desconhecida a identidade de indivíduos que estariam fazendo distribuição de notas falsas de Real no município de Uruará. Pelo menos um caso já foi registrado na Delegacia de Polícia Civil nos últimos dias. Nesta terça-feira, 18, uma vítima procurou a polícia para registrar o Boletim de Ocorrência e o caso está sendo investigado.
O delegado Walison Damasceno informou que uma nota de R$ 100,00 foi apresentada na delegacia por um comerciante que acabou recebendo a nota em seu estabelecimento. Comerciantes e casas de festas devem ficar em alerta para não serem enganados como dinheiro falso.
Um cidadão nos procurou aqui na delegacia e apresentou uma nota de real no valor nominal de R$ 100,00 com características de ser falsa. Após averiguação minuciosa foi constatado que realmente trata-se de uma nota falsa. Então o cidadão informou que recebeu a nota no seu estabelecimento comercial, mas não soube dizer quem passou a nota falsa por causa do movimento de pessoas no local. E é exatamente assim que agem esses tipos de pessoas que praticam tal crime, eles aproveitam que o estabelecimento está com grande fluxo de pessoas para poder passar essas notas. Até o momento foi a única vítima que nos apresentou e informou sobre este fato nesta semana. Vamos apurar se houve ocorrência em outros locais para assim tentar localizar os criminosos. Orientamos aos donos de estabelecimento, quem trabalha em caixa de supermercado ou loja, festas principalmente que são bastante usadas pelos distribuidores de notas falsas para fazerem a troca, fiquem atentos ao receber dinheiro com relação as características da nota, normalmente a nota original é mais áspera em alguns pontos, tem alguns sinais identificadores e por mais que a nota falsa seja perfeita tem algumas características que dá para a pessoa identificar. Sendo possível é recomendável ter uma caneta que se passa na nota e ela muda a cor quando o papel não é o papel moeda”, orientou o delegado.
Crime já praticado em Uruará em 2015
Em outubro de 2015 denúncias anônimas levaram a Polícia Civil a efetuar a prisão de dois indivíduos que estavam portando moedas falsas na cidade de Uruará. Foram presos os indivíduos, Thalison Mercalis Alves Evangelista de Souza, que estava com 4 notas , Manoel Vitor Alves de Souza, que também foi flagrado na época com 20 notas de R$ 50.00 todas falsas.
Os dois homens eram de Uruará mesmo e segundo um deles contou a polícia na época, o dinheiro falso havia sido passado por um indivíduo de nome desconhecido, da cidade de Altamira (PA), em troca de um aparelho de som. As moedas falsas estavam sendo trocadas principalmente em bares durante a noite.

BR-230 liberada em Uruará

Por Joabe Reis
Colaboração: Cirineu Santos e Célio Birro
Agricultores liberam a rodovia Transamazônica em Uruará
Por volta das 11 horas e 40 minutos desta quarta-feira, 19, os cerca de 100 agricultores que bloqueavam o trânsito na Transamazônica (BR-230) em protesto contra o governo estadual, liberaram a rodovia após mudarem os rumos do protesto.
"Estamos liberando a via, vamos almoçar e depois vamos fechar o núcleo da Secretaria de Transporte do governo do estado em Santarém", disse San Cler, um dos representantes do movimento.
O Protesto - Um grupo de cerca de 100 agricultores do município de Uruará, sudoeste do Pará, bloquearam a rodovia Transamazônica (BR-230) por volta das 6 horas da manhã de segunda-feira, 17 de julho, na altura no Km 172 - trecho entre as cidades de Uruará/Medicilândia, sobre a ponte do Rio Quente Frio, a 12 km do centro urbano do município. Eles reivindicam melhorias para a Rodovia PA 370 (Estrada do Chapadão) como pontes, energia, recuperação da estrada, entre outras melhorias para as comunidades locais.
Mais informações  http://gazetauruara.blogspot.com.br/2017/07/transito-na-br-230-segue-interrompido.html?m=1

Trânsito na BR-230 segue interrompido em Uruará

Por Joabe Reis
Foto: Célio Birro
Colaboração: Cirineu Santos
Bloqueio da rodovia Transamazônica em Uruará entra no terceiro dia, o protesto é de agricultores
A Rodovia Transamazônica (BR-230) continua bloqueada nesta quarta-feira, 19, na altura do km 172 no município de Uruará (trecho Uruará - Medicilândia), no Oeste do Pará. O protesto de um grupo de agricultores da PA 370 que teve início na manhã de segunda-feira, 17, entra no terceiro dia hoje. Segundo informou os líderes do manifesto, até o momento o Governo do Estado não deu condição alguma de negociação das reivindicações apresentadas pelos agricultores. Com o governo federal as negociações sobre o Programa Luz Para Todos avançaram e manifestantes e governo sinalizam para um acordo, tendo o governo se comprometido a levar eletricidade para as comunidades da referida PA até o início do próximo ano.
No final da tarde desta terça-feira, 18, a rodovia foi liberada e ficou sem obstrução durante a noite, mas voltou a ser interditada no início da amanhã desta quarta-feira, 19.
"Só vamos liberar quando formos atendidos pelo governo do Simão Jatene. Este governo que abandonou nossa região", disse Sam Clear, da associação dos moradores da Comunidade Corta Corda.
Segundo informações do movimento, o trânsito também é liberado pelo período de 1h durante o meio-dia. Mas após negativas do governo do estado, por volta das 11 horas desta quarta-feira, 19, o movimento decidiu permanecer com o bloqueio sem liberar mais o trânsito no período de meio-dia, como estavam fazendo. 
Um grupo de cerca de 100 agricultores do município de Uruará, sudoeste do Pará, bloquearam a rodovia Transamazônica (BR-230) por volta das 6 horas da manhã de segunda-feira, 17 de julho, na altura no Km 172 - trecho entre as cidades de Uruará/Medicilândia, sobre a ponte do Rio Quente Frio, a 12 km do centro urbano do município. Eles reivindicam melhorias para a Rodovia PA 370 (Estrada do Chapadão) como pontes, energia, recuperação da estrada, entre outras melhorias para as comunidades locais.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Protesto fecha a Transamazônica no município de Uruará (PA)

Por Joabe Reis
Fotos e colaboração: Gilmar Milanski
Colaboração: Cirineu Santos
Colaboração: Felype Adms
Agricultores da PA 370 bloqueiam a rodovia Transamazônica entre Uruará e Medicilândia
Um grupo de cerca de 100 agricultores do município de Uruará, sudoeste do Pará, bloquearam a rodovia Transamazônica (BR-230) por volta das 6 horas da manhã desta segunda-feira, 17 de julho, na altura no Km 172 - trecho entre as cidades de Uruará/Medicilândia, sobre a ponte do Rio Quente Frio, a 12 km do centro urbano do município. Eles reivindicam melhorias para a Rodovia PA 370 (Estrada do Chapadão) como pontes, energia, recuperação da estrada, entre outras melhorias para as comunidades locais.
Filas de carros de um lado e de outro já estão se formando no local.
Pontos principais da reivindicação:
01 - Convênio do Governo do Estado que ainda está pendente para recuperação da estrada Transtuí (Uruará/Santarém);
02 - Ampliação do Luz Para Todos (70 km restante nas três comunidades da mesma estrada);
03 - Projeto de Desenvolvimento Sustentável, que ainda não assistiu as comunidades, Santa Clara e São Sebastião.
Os manifestantes exigem a presença de representantes do governo e informaram que não tem previsão para liberação da rodovia. 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Altamira informou que tomou conhecimento do bloqueio e que uma equipe da PRF e representantes da Casa de Governo deve chegar ao local do bloqueio por volta de 12h e 30 minutos desta segunda-feira, 17. 

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Morador do Bairro Mini Indústria em Uruará está em estado grave no Hospital Regional de Altamira e precisa de ajuda

Por Joabe Reis
Atualizada às 17h49min deste domingo, 16/07/2017
Luiz da Silva Queiroz no Hospital Regional
Segundo informou a família, Luiz Queiroz falaceu na tarde deste sábado, 15 de julho, no Hospital Regional Público da Transamazônica em Altamira, após passar por uma cirurgia que retirou seu olho esquerdo. O mesmo não chegou a ser transferido para Belém, como a família queria.
O  corpo de Luiz foi velado na casa da sua família no Bairro Mini Indústria, zona sul de Uruará, e sepultado no cemitério de Uruará no início da tarde deste domingo, 16.
Irmão faz apelo por ajuda para transferir do Hospital Regional para hospital de Belém vítima de acidente ocorrido em Uruará
Preocupado com o estado de saúde do irmão, o morador do município de Uruará, Abimael da Silva Queiroz, procurou a nossa reportagem para fazer um apelo. Abimael diz que o seu irmão, Luiz da Silva Queiroz, 32 anos, morador do Bairro Mini Indústria, na zona sul da cidade de Uruará, sofreu um acidente de moto no dia 25 de junho e após ser atendido no hospital municipal de Uruará o mesmo foi encaminhado para o Hospital Regional Público da Transamazônica em Altamira, onde já está internado há 9 dias. Ainda segundo conta Abimael, o seu irmão já perdeu a visão de um olho e poderá falecer a qualquer momento caso não seja transferido para Belém onde deverá passar por cirurgia de retirada de sangue da cabeça, o mesmo está a espera de leito para ser transferido através da rede pública de saúde. Por medo de perder o irmão nos próximos 3 dias Abimael apela por ajuda para transferir Luiz o quanto antes para Belém. 
Abimael Queiroz
Meu irmão sofreu um acidente de moto na madrugada do dia 25 de junho na cidade de Uruará, foi atendido no Hospital Municipal e depois encaminhado aqui para o Hospital Regional Público da Transamazônica na quarta-feira passada (05). A situação é grave, ele está todo inchado e estou vendo que ele não aguenta mais 3 dias não. E ele está esperando leito num hospital de Belém onde será feita uma cirurgia, e nós estamos pedindo ajuda para quem puder nos ajudar a transferir o meu irmão o mais rápido possível para Belém senão ele vai perder a vida dele, eu acho que ele não aguenta mais três dias sem fazer a cirurgia, e não há previsão de quando haverá leito liberado para que ele seja transferido aqui pelo hospital. O meu telefone de contato, caso alguém queira ajudar é o 93 992399094. Desde já nós da família agradecemos”, disse Abimael Queiroz.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Comarca de Uruará tem nova juíza substituta

Por Joabe Reis
Juíza de direito, Tatiana Martins, assume a Comarca de Uruará como substituta
A Comarca de Uruará, sudoeste do Pará, tem passado por constantes trocas de juízes nos últimos meses desde a saída do então titular, Vinícius de Amorim Pedrassoli, no segundo semestre de 2016. No período houve 4 trocas na chefia do Poder Judiciário local. Nesta segunda-feira, 10 de julho, assumiu a Comarca a Juíza de Direito Substituta, Tatiana Martins da Costa, que veio do estado do Rio de Janeiro.
A meritíssima conversou com a nossa reportagem e disse está ciente dos casos prioritários da comarca. “Estou com grande expectativa para assumir a comarca. Já estou sabendo das prioridades dos jurisdicionados, muitas ações sobre o DPVAT, vamos focar nesses mais de 100 processos sobre o tema, bem como fazer um esforço concentrado de conciliação, mutirões, e dar prioridade as questões mais sensíveis da população. Atos infracionais de adolescentes, pois também estou sabendo que na comarca acontece em bastante número. Prioridade de idoso, crianças e adolescentes, entre outros”, ressaltou a juíza.
Tatiana atuava como advogada na cidade do Rio de Janeiro (RJ), passou no concurso para juiz de direito do estado do Pará e veio atuar no município de Uruará.

Jiujiteiros de Uruará conquistam 16 medalhas em Santarém

Por Joabe Reis
Uruará fica em 3º lugar na Copa Combatente de Jiu Jitsu em Santarém
Atletas de 10 municípios estiveram participando no sábado, 8 de julho, da Copa Combatente de Jiu Jitsu realizada na cidade de Santarém, oeste do Pará. O município de Uruará participou com 16 competidores jiujiteiros e faturou 16 medalhas, sendo 8 de ouro, 6 de prata e 2 de bronze. 
A equipe uruaraense teve o apoio do governo Nossa Terra Nosso Futuro através do departamento de esporte da Secretaria de Educação do município. No feminino Uruará teve a participação de 3 mulheres na categoria adulto e obteve 1 ouro e 2 pratas, e uma participante na categoria infantil que conquistou 1 ouro.
"Quando de tem treino e um excelente professor só se tem a certeza da vitória", disse Ivânia Lúcia que conquistou uma medalha de ouro.
Ivânia Lúcia ao lado do professor
Amarildo Queiroz
Participaram da Copa Jiujiteiros dos municípios de Alenquer, Mojuí dos Campos, Santarém, Itaituba, Oriximinar, Manaus (AM), Altamira, Uruará, Rurópolis e Porto Trombetas. Ao todo 206 atletas e 21 academias participaram da competição.
Com as 16 medalhas conquistadas pela Academia Norfight o município de Uruará atingiu 37 pontos e ficou em 3º lugar na competição. O 2º lugar ficou com a academia Veri Pedroso do município de Santarém que atingiu 47 pontos e o 1º lugar ficou com a academia Tapajós Fight também do município anfitrião, Santarém, que atingiu 54 pontos.

domingo, 9 de julho de 2017

Operação policial ‘Toque de Acolher’ flagra 25 adolescentes em situação de risco na cidade de Uruará (PA)

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil
Bares e casas de festas são vistoriados durante operação policial, 25 adolescentes são encontrados fora de hora nos locais
Com a finalidade de realizar o recolhimento e entrega aos responsáveis dos menores encontrados em situação de risco, foi deflagrada na noite deste sábado, 08 de julho, uma operação policial que realizou vistorias em bares, casas de festas e congêneres, na cidade de Uruará, sudoeste do Pará.
No decorrer da operação foram recolhidos adolescentes, no total de 25, os quais estavam sem companhia de responsáveis legais, encontrando-se em situação de risco.
Os adolescentes foram encaminhados à sede do Conselho tutelar, onde só foram liberados na companhia do responsável legal, após esse ser notificado e advertido.
Esta operação tem por objetivo evitar que os adolescente sejam vítimas de crimes, quando se encontram em locais inapropriados,  em situação de risco”, informou o Delegado Walison Damasceno, titular da Delegacia de Polícia Civil de Uruará.
A operação ‘Toque de Acolher’ teve início às 23h30 de sábado, 08, e término às 03h30min de domingo, 09, e contou com a participação da equipe de plantão da Polícia Civil, policiais da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar e conselheiros do Conselho Tutelar de Uruará.

Segundo informou a Polícia Civil, as operações continuarão no município.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Suspeito é morto durante confronto com a Polícia Militar na cidade de Uruará

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Militar de Uruará
Assaltante troca tiros com a polícia e acaba morto em Uruará
Após ser localizado um suspeito de cometer assaltos na cidade de Uruará acabou morto em confronto com a Polícia Militar, nesta quarta-feira, 05. Segundo informou a PM, uma denúncia anônima informou que o suspeito estava armado numa residência do Bairro Vila Brasil, zona norte da cidade, e ao ser localizado por policiais militares da 13ª companhia Independente de Polícia Militar, o indivíduo identificado pelo nome de Luiz Veras da Silva, de 22 anos, disparou contra os policias e tentou fugir. 
Luiz Veras
No confronto o suspeito acabou atingido e morrendo no local. Ainda de acordo informou a polícia, Luiz Veras era morador do município de Medicilândia e já tinha uma extensa ficha criminal, o mesmo era suspeito de ter cometido vários assaltos na cidade de Altamira e ao Posto de saúde do Ramal dos Cocos no município de Vitória do Xingu.
O confronto ocorreu na noite desta quarta-feira, 05, no Bairro Vila Brasil, zona norte da cidade de Uruará, onde Luiz foi localizado no interior de uma casa, o mesmo foi alvejado por dois tiros após disparar contra os policiais e segundo a PM o indivíduo usava um revolver calibre 38.

O corpo do suspeito foi levado para o necrotério do Hospital Municipal de Uruará e deverá ser encaminhado para o IML em Altamira.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Uruará: 3 tumas participam de curso para formação de professores no Parfor

Por Joabe Reis
Parfor UFPA inicia formação para mais de 80 professores da educação básica em Uruará
A Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor) iniciou esta semana mais uma etapa intensiva de formação em 55 municípios pólos no Pará. Nesta etapa, mais de 6 mil professores da Educação Básica, que no mês das férias escolares se tornam alunos de licenciatura, participam das aulas, seminários e demais atividades.
O município de Uruará é um dos municípios pólos e conta com três turmas trabalhando na formação de 82 professores, como informou a professora Ana Cristina, coordenadora pedagógica da Semed. “No município de Uruará nós contamos com 3 turmas. Uma turma de Pedagogia com 22 alunos, outra turma de Pedagogia que conta com 24 alunos e a turma de Educação no Campo com 36 alunos. Através deste curso os professores são formados para atuar na sala de aula. O Governo Nossa Terra Nosso Futuro tem dado o suporte e o apoio necessário para o funcionamento dessas turmas através da Secretaria Municipal de Educação", destacou a coordenadora.

A etapa segue até o dia 12 de agosto. O Parfor é um programa do Governo Federal criado com o objetivo de capacitar professores da Educação Básica sem formação adequada.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Uruará: Família é vítima de assalto dentro de residência do Bairro Vila Brasil, criminosos usavam pistola e revolver

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil
Dupla armada rouba 20 mil em jóias e dinheiro de residência do Bairro Vila Brasil
A Polícia Civil investiga um caso de roubo ocorrido em uma residência do Bairro Vila Brasil, na zona norte da cidade de Uruará. Segundo informou a polícia, o assalto ocorreu por volta das 20 horas deste domingo, 02, quando dois indivíduos, usando uma pistola e um revolver, entraram na residência e anunciaram o assalto. E do local os assaltantes levaram o valor de R$ 15.000,00 em jóias, R$ 5.000,00 reais em dinheiro, 1 notebook, 4 aparelhos celulares e a chave de uma caminhonete.

O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia na manhã desta segunda-feira, 03. Ainda segundo a polícia, os indivíduos são: um magro, branco, alto e um indivíduo baixo e forte. 
Após o assalto os criminosos fugiram tomando rumo ignorado.

Uruará: Estelionatário depositava envelope vazio para gerar comprovante de valor e enganar vítima

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará
PM prende suspeito de aplicar golpes na cidade de Uruará, homem comprava moto e não pagava
A GU de Serviço da Polícia Militar apresentou na Delegacia de Polícia na noite de sábado, 01 de julho, um suspeito de aplicar vários golpes na cidade de Uruará, sudoeste do Pará. O indivíduo identificado pelo nome de Edmar Sena Moura, vulgo Mazinho, 30 anos, já tem passagens pela polícia por outros crimes, como roubo. Segundo informou a Polícia Civil, Edmar fez pelo menos 3 vítimas na cidade de Uruará com compra de motocicleta, ao negociar a compra Mazinho dizia para a vítima que havia depositado o dinheiro e apresentava um comprovante de depósito com o valor negociado, mas o dinheiro não cai na conta da vítima.
Edmar Sena Moura
Segundo a polícia, o golpe consistia em fazer um depósito com envelope vazio para gerar um comprovante constando o valor negociado que era entregue a vítima. Para fazer o depósito o suspeito induzia a vítima a fornecer uma conta bancária para a efetivação do falso depósito.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, neste fim de semana uma vítima comunicou na delegacia que havia caído no golpe. Imediatamente a Polícia Civil solicitou o apoio da Polícia Militar e após rondas de buscas do suspeito o mesmo foi encontrado em via pública tentando vender a motocicleta da vítima. Edmar e o veículo foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos. A moto foi devolvida ao dono e Mazinho foi autuado em flagrante pelo crime de Estelionato, artigo 171. O mesmo está à disposição da justiça.

A Polícia Civil alertou sobre comprovantes de depósito em caixa eletrônico que só passam a valer após a confirmação do depósito realizada fisicamente por um funcionário do banco, no caso de venda de objeto ou veículo o objeto ou veículo só devem ser entregues após confirmação do depósito.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Assassinato no Rio Iriri é investigado pela Polícia Civil de Uruará

Por Joabe Reis
A Polícia Civil segue investigando morte de morador da comunidade Soledade no Rio Iriri
Um trabalhador rural foi assassinado a facadas na última segunda-feira, 26, numa localidade conhecida como comunidade Soledade, nas margens do Rio Iriri, a cerca de 100 km do centro urbano de Uruará. A polícia civil está investigando o caso e testemunhas estão sendo ouvidas. A vítima, Elenilson Brito Barbosa, 46 anos, foi assassinada com 13 facadas no interior de uma residência da referida comunidade. Um suspeito da autoria do homicídio está foragido.
A motivação do crime teria sido uma desavença por causa de um caso extraconjugal de terceiros. A esposa da vítima contou a nossa reportagem que o marido havia saído para caçar na beira do rio Iriri no final da tarde de segunda-feira e não voltou mais para casa.
O corpo do trabalhador rural foi trasladado para a cidade de Senador José Porfírio, na região do Xingu, onde foi sepultado na tarde desta quarta-feira, 28.

Elenilson era casado, deixou esposa e 4 filhos.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Polícia faz operação de combate a crime de roubo na cidade de Uruará, objetos e veículos são recuperados

Por Joabe Reis
Informações: PC e PM de Uruará

Uma ação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Militar recuperou 3 motocicletas e vários objetos produtos de roubo na cidade de Uruará, sudoeste do Pará. A ação policial ocorreu no final da tarde desta terça-feira, 27 de junho, e contou com a participação de policiais da equipe de plantão da Polícia Civil, EPC Ivan Santos, IPC José Tadeu e DPC Walison Damaceno, e policiais da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar, Sd Pereira, cb Marcos Novais, Sd Marcelo e Tenente Marques
Os indivíduos suspeitos de cometerem os roubos, inclusive com emprego de arma de fogo, conseguiram fugir com a chegada da polícia ao local onde os mesmos escondiam os produtos de crime, uma casa da área de invasão ao lado do Projeto Habitacional Minha Casa Minha Vida, Bairro Pimentolândia. Os policiais fizeram uma varredura na área, mas os indivíduos tomaram rumo ignorado e não sabido.
A ação policial foi montada após a ocorrência de alguns assaltos no perímetro urbano com roubo de celulares e motocicleta nos últimos dois dias. Uma denúncia anônima levou a polícia até uma residência do mencionado bairro da zona sul da cidade e no local foram encontradas escondidas duas motocicletas e alguns objetos. 3 indivíduos estavam na casa e fugiram com a chegada dos policiais. Segundo informou a polícia civil, os indivíduos já foram presos ou apreendidos outras vezes pela mesma prática de crime.
No momento em que nós chegamos no local os indivíduos correram, tendo em vista que é uma área de difícil acesso, eles conseguiram se evadir, no entanto dentro da residência encontramos 3 motocicletas que são produtos de crime de furto ou roubo, e alguns outros objetos que serão levados para a delegacia para averiguarmos a procedência dos mesmos”, informou o delegado Walison Damasceno.
Mais uma vez a população nos ajudou a fazer o nosso serviço. Nós recebemos uma denúncia e nós viemos aqui verificar e conseguimos recuperar 3 motos e alguns utensílios de cozinha, uma lavadora de roupa, duas botijas de gás, um tambor, provavelmente tudo isto deve ser fruto de algum crime, já que estes camaradas conhecidamente não trabalham, são acostumados a serem apresentados na justiça e todas as vezes que são soltos voltam a praticar o mesmo tipo de crime”, relatou o tenente PM Marques.
Casa onde os indivíduos se escondiam
Dos 4 suspeitos dois são menores de idade, sendo que um deles estava apreendido até esta segunda-feira, 26, e outro foi apreendido nesta segunda-feira e deve permanecer fora de circulação. Os outros 3 indivíduos, todos já identificados, estão foragidos e a polícia continua com as buscas dos mesmos, ainda segundo informou a polícia civil, o menor foragido tem outros 3 procedimentos contra ele e será representado pelo pedido de uma medida cautelar de busca e apreensão do mesmo e contra os outros dois indivíduos será representado pelo pedido de prisão dos mesmos. A polícia ainda não divulgou os nomes dos foragidos.

Veja as imagens no vídeo abaixo no nosso Canal Clima Quente no YouTube. 

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Uruará: Motorista abandona carro após abastacer e fugir de posto sem pagar gasolina, veículo quebrou

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará
Motorista abastece e foge de posto em Uruará sem pagar gasolina e carro quebra na fuga
Rápido castigo. Um motorista abasteceu o tanque do carro e fugiu do posto sem pagar a conta. O caso ocorreu no sábado, 24 de junho, na cidade de Uruará, segundo informou a Polícia Civil. Na fuga o pneu do carro estourou e a barra da direção quebrou quando o motorista caloteiro seguia pelas ruas do Bairro Nova Uruará, zona leste da cidade. Após o carro quebrar o motorista, ainda não identificado, abandonou o veículo, um fiesta modelo antigo, e fugiu tomando rumo ignorado.
O frentista que abasteceu o veículo registrou o boletim de ocorrência na delegacia de polícia. Em seguida o veículo foi apreendido e lavado para a delegacia.
"Caso seja preso o motorista poderá responder por crime de estelionato", informou o delegado Walison Damasceno.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Uruará: Houve redução do rebanho bovino e de propriedades rurais com rebanho

Por Joabe Reis
Colaboração: Cirineu Santos
Rebanho bovino de Uruará teve redução de mais de 500 cabeças em 1 ano
Encerrou na última sexta-feira, 16, o período para a comprovação vacinal de rebanho bovino contra a febre aftosa. E segundo dados informados pelo escritório local da Adepará, no município de Uruará, sudoeste do Pará, foram vacinados 99,94% do rebanho, sendo que apenas 181 cabeças de gado não foram vacinadas no município.
Ainda segundo dados informados pela Adepará, houve uma redução do rebanho bovino do município. Do total de animais vacinados no ano de 2016, que foi de 280.536 cabeças, caiu para 280.006 cabeças de gado, redução de 528 animais. Houve redução também no número de propriedades rurais com rebanhos bovídeos, em 2016 eram 2.797 e em 2017 o número é de 2.234, redução de 563 propriedades.

O município de Uruará é livre da febre aftosa por vacinação. Historicamente o município exporta gado vivo para outros municípios do Brasil e para outros países.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Uruará: Padrasto é assassinado por companheiro de enteada

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará
Polícia procura por assassino de agricultor do travessão 155 sul, zona rural de Uruará, crime ocorrido no domingo, 18/06
Um homem foi assassinado a golpes de facão na zona rural de Uruará na noite deste domingo, 18 de junho. Segundo informou a Polícia Civil, o crime ocorreu na estrada vicinal do km 155 sul, a 75 km do centro urbano, e teve como vítima o agricultor, Rogério da Conceição, de 49 anos.
Segundo informações colhidas pela polícia, vítima e autor estavam num banho de rio com outras pessoas e se desentenderam em virtude de ciúmes em relação a companheira do autor, que era enteada da vitima, em seguida retornaram para casa e a vítima saiu do local quando o autor disse a um conhecido que iria matar Rogério.  
O autor identificado até o momento pelo prenome/vulgo Raioney  ou Leo, pegou um facão e também saiu do local e quando a vítima soube disso pegou uma faca e foi procurar o autor. Ao se encontrarem no meio da estrada vicinal o autor acabou por degolar a vítima. Em seguida o próprio autor contou que tinha matado e fugiu da localidade tomando rumo ignorado.
Segundo apurou a Polícia Civil, o autor já matou um outro indivíduo na cidade de Altamira-PA, há cerca de 08 meses quando fugiu para a zona rural de Uruará.
O autor do crime é procurado pela polícia.
Este homicídio foi o primeiro do mês. Resultante de um conflito familiar onde o assassino era companheiro da enteada da vítima, segundo o que apuramos eles estavam num banho, em seguida retornaram para a casa, o autor do crime teria ingerido bebida alcoólica e teria dito que iria matar a vítima que ao saber da ameaça procurou o autor para tirar satisfação da história e ambos se encontraram no meio do caminho quando o crime ocorreu, com o autor efetuando vários golpes de facão na cabeça e pescoço da vítima. Agora vamos colher mais informações em relação a qualificação do autor e posteriormente representar pela prisão preventiva do mesmo”, informou o delegado Walison Damasceno que preside o caso.

Uruará: Dupla armada finge ser cliente para assaltar depósito

Por Joabe Reis

Um depósito de bebidas e gêneros alimentícios secos e molhados da zona norte da cidade de Uruará foi alvo de criminosos na manhã desta segunda-feira, 19. Segundo informou a proprietária do local, que preferiu ter sua identidade mantida em sigilo, dois indivíduos armados chegaram no depósito por volta da 8 horas e agindo de modo discreto, como se fossem clientes, perguntaram o preço de uma mercadoria, em seguida ergueram a camisa mostrando as armas e anunciaram o assalto. Renderam funcionários e proprietários. A dupla estava de cara limpa. A ação dos criminosos durou cerce de 15 minutos. Os bandidos levaram pouca quantia em dinheiro, apenas os valores que haviam entrado no caixa no período de atendimento da manhã, total não revelado. Levaram também 4 celulares, e jóias de uma funcionária. Ainda segundo informações, os indivíduos eram um homem baixo, moreno, meio forte, aparentando ter mais de 35 anos, o outro era magro, alto, moreno claro aparentando ter de 20 a 26 anos, eles estavam numa moto Honda CG na cor preta, e após o assalto fugiram tomando rumo ignorado. O caso será registrado na delegacia de polícia ainda nesta segunda-feira. As imagens das câmeras de segurança do local flagraram a ação dos criminosos e serão utilizadas pela polícia para chegar até aos mesmos.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Uruará: Indivíduos são flagrados com 10 trouxinhas de maconha

Por Joabe Reis
Informações: Polícia Militar e Polícia Civil de Uruará
Dois são presos com maconha na cidade de Uruará
A GU de serviço da Polícia Militar, comandada pelo Sargento Augusto, apresentou na Delegacia de Polícia em Uruará dois indivíduos flagrados vendendo maconha na cidade. Segundo informou a PM os indivíduos, Juvenildo Ribeiro Marques e Rubenil Araújo Oliveira foram pegos com 10 trouxas do entorpecente. A prisão foi efetuada na noite desta quinta-feira, 15.

A autoridade policial, delegado Walison Damasceno, informou que os dois presos serão autuados pelo crime de Tráfico de Droga e ficarão a disposição da justiça.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Peão de rodeio do município de Uruará (PA) é morto durante assalto em Tocantins

Por Joabe Reis
Informações: http://araguainanoticias.com.br/
Peão de Rodeio, Getulio Santos de Uruará (PA), é assassinado ao reagir a assalto em Araguaína-TO
O mundo do rodeio amanheceu de luto nesta quinta-feira, 15, no feriado de Corpus Christi, após a morte do peão de rodeio, Getúlio Santos do município de Uruará. 
O peão campeão de rodeio por várias vezes em Uruará e região foi assassinado com um tiro na cabeça ao reagir a um assalto na cidade de Araguaína, estado do Tocantins. O latrocínio ocorreu por volta das 20 horas e 30 minutos desta quarta-feira, 14. Getúlio Santos da Silva tinha 26 anos de idade e estava na cidade de Araguaína para participar da festa de peão local. 
Rafael Silva Cavalcante
Segundo informações o peão estava no alojamento na companhia de outros peões quando três indivíduos os surpreenderam anunciando o assalto. Houve luta corporal e os criminosos efetuaram um disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça de Getúlio provocando sua morte no local. Um dos assaltantes foi preso e identificado pelo nome de Rafael Silva Cavalcante, 19 anos, ex-presidiário. Os outros dois assaltantes estão sendo procurados.
O corpo de Getúlio foi encaminhado ao IML para posterior liberação para a família.
Getúlio tinha 8 anos de carreira no rodeio profissional e colecionava vários títulos de destaque em competições pelo Brasil montando em touros e iria participar do rodeio em Araguaína que inicia na noite desta quinta-feira, 15, com premiação de 15 mil reais, o uruaraense já havia ficado em 4º lugar no rodeio da festa de peão do município de Redenção (PA) na última semana. Segundo informações de familiar, Getúlio esteve na Festa de peão de Barretos-SP no ano passado, chegou a participar do rodeio de Cassa Talento e ficou em 6º lugar, não conseguindo vaga para participar do rodeio da categoria principalEra casado e deixa 3 filhos. E morava com a família no Bairro Cachoeirinha, na entrada oeste da cidade de Uruará.
A família tenta fazer o traslado do corpo para Uruará onde o mesmo possivelmente será sepultado. Segundo o sindicato rural de Araguaína (SRA) a Companhia de Rodeio Italo Todde e o próprio sindicato estão providenciando o traslado do corpo. Segundo informações, o IML aguarda a documentação e os trâmites legais para a liberação.
Nossas condolências a família.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Plantação de 1 mil pés de maconha era cultivada com sistema de irrigação em Rurópolis

Por Joabe Reis
Informações: 17ª CIPM de Rurópolis
PM descobre plantação de maconha no município de Rurópolis, 6 pessoas foram presas
Uma plantação de maconha cultivada na zona rural do município de Rurópolis, oeste do Pará, foi destruída pela Polícia Militar nesta quarta-feira, 14. Segundo informou a PM, por volta de 16 horas, as GU's do serviço reservado e do 117° PPD do Distrito de Divinópolis, município de Rurópolis (PA), todos pertencentes a 17ª CIPM, realizaram uma operação no Distrito de Divinópolis, mais precisamente em uma vicinal ainda sem nome, a cerca de 2.500 metros da BR 230, onde havia informes de uma plantação de maconha.
Após determinação do Cmt do CPR X, as equipes fizeram a incursão e localizaram em uma área de mata a plantação de cerca de mais de 1.000 pés de maconha.
A engenharia do grupo se utilizou de um gerador de energia, bomba d'água e uma mangueira, que levava água até a plantação, numa distância de aproximadamente 1.500 metros, atravessando a vicinal onde a mesma foi enterrada, dificultando sua localização.
Foram encontrados cinco pessoas no local e todos foram conduzidos à UIPP, para apresentação, juntamente com o gerador e uma bomba d'água. Ainda de acordo informou a PM, outra pessoa foi presa depois, totalizando 6 presos na operação.
José Anilsom  e Yuri Anderson 
Os indivíduos presos no local foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Rurópolis para os procedimentos.
Nelson Flavio e Juarez José
Foram presos os proprietários da terra, José Anilsom do Carmo e Yuri Anderson Almeida Bitencur, também foram presos, Nelson Flavio Camargo do Carmo e Juarez José Fernandes que trabalhavam na limpeza da plantação, e ainda os indivíduos, Lourival Inácio da Silva e Adeilson Guedes Luciano.
Lourival Inácio e Adeilson Guedes
A operação policial foi comandada pelo Capitão Marlos da 17ª Companhia Independente de Polícia Militar de Rurópolis/Placas que é comandada pelo major Márcio Abud.

Integrante de bando que assaltou bancos em Uruará continuará preso

Por Joabe Reis
Informações: TJPA
Justiça nega habeas corpus a acusado de assalto a banco no município de Uruará
Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) negaram, em unanimidade, a concessão do habeas corpus ao réu, Ladislau Borges da Costa Filho, acusado de integrar uma associação criminosa que tinha como alvo bancos no sudeste do Pará. Com a decisão, proferida em sessão realizada na última segunda-feira (12), em Belém, ele permanecerá preso provisoriamente.
Conforme a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado (MPPA), Ladislau e outras nove pessoas são acusados de assaltar aos bancos da Amazônia e do Brasil no município de Uruará, no sudoeste do Pará, no dia 10 de junho de 2015. Os supostos integrantes da organização estariam fortemente armados e teriam feito vários reféns, levando-os na fuga para usá-los como escudo humano.
Segundo o TJ, o pedido foi impetrado pela defesa do acusado, que alegou a ocorrência de constrangimento ilegal por excesso de prazo na tramitação processual.

De acordo com o relator do habeas corpus, desembargador Ronaldo Valle, o processo está em trâmite normal, inexistindo qualquer constrangimento a ser sanado. A prisão preventiva foi mantida considerando a necessidade da garantia da ordem pública e aplicabilidade da lei penal.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Jovens procuram Juntam de Serviço Militar de Uruará para se alistarem

Por Joabe Reis

Quase 300 jovens já fizeram alistamento no Serviço Militar em Uruará, prazo termina dia 30 de junho
O Alistamento Militar deve ser realizado por todo jovem brasileiro, do sexo masculino, no período de 2 de janeiro até o último dia útil do mês de junho do ano em que o cidadão completar dezoito anos, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência ou através do Website http://www.alistamento.eb.mil.br/ para os jovens que completam 18 anos em 2017.
No país mais de um milhão e 300 mil jovens já se alistaram. Na Junta de Serviço Militar do município de Uruará 256 jovens já se alistaram. Entre os já alistados neste ano estão jovens de Uruará, Placas, Medicilândia, Brasil Novo e de Altamira. Os alistados na Junta Militar aqui do município são 100% dispensados por não ser um município tributário. O que chama a atenção de muitos jovens que não querem seguir carreira militar.
Os documentos necessários para efetivação do alistamento são certidão de nascimento ou equivalente (carteiras de identidade, de motorista ou de trabalho), comprovante de residência e uma foto 3x4 recente.
O alistamento militar online está disponível para jovens de nove Estados: Amapá, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Santa Catarina e Sergipe.
Para solicitar o alistamento online será necessário informar o CPF e a utilização dos dados de um dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento; Registro Geral (Identidade) ou Documento de Nacionalização.
O alistamento deve ser realizado por todo jovem brasileiro, do sexo masculino, no período de 2 de janeiro até o último dia útil do mês de junho do ano em que o cidadão completar dezoito anos, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de residência do jovem ou por meio da internet, para esse grupo de nove Estados que conta agora com o serviço por meio da internet.
O alistamento é obrigatório e, sem ele, o cidadão fica impedido, por exemplo, de tirar passaporte, ingressar no serviço público ou ser matriculado em qualquer instituição de ensino – inclusive universidades. Além disso, está previsto pagamento de multa, que varia de acordo com a quantidade de dias em que o candidato deixou de se alistar.
Todo ano, cerca de dois milhões de jovens fazem o alistamento militar e aproximadamente 200 mil são incorporados às Forças Armadas.