Espaço Natura Joabe Reis

Espaço Natura Joabe Reis
Click na imagem e Compre Produtos Natura acessando o site http://rede.natura.net/espaco/joabereis produtos Natura, como perfumes, com até 60% de desconto em relação a revista.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Saneamento Básico em Uruará (PA) requer investimento de 300 milhões de reais

Por Joabe Reis
Colaboração: Cirineu Santos
Elaborado Plano de Saneamento Básico de Uruará que foi apresentado em Audiência Pública
Na manhã desta quarta-feira, 31 de maio, foi realizada a Audiência Pública sobre Saneamento Básico na cidade de Uruará, sudoeste do Pará. Durante a audiência foram apresentados os dados do projeto ‘Plano de Saneamento Básico de Uruará’ elaborado para a implantação do saneamento básico no município. De acordo com o projeto é necessário um investimento financeiro na ordem de R$ 300.000.000,00 (Trezentos Milhões de Reais) para os próximos 20 anos. O investimento proporcionaria um sistema de saneamento básico em nível de 1º mundo. A afirmativa é do autor do projeto, Jaime Scatena, que esteve presente na audiência pública.
Nós realizamos anteriormente uma primeira audiência para mostrarmos como está a situação do município com relação ao saneamento. Depois os estudos avançaram e hoje nós chegamos ao resultado de quanto precisa ser investido no período de 20 anos para dotar Uruará de um serviço de saneamento de primeiro mundo. Os problemas principais encontrados aqui em Uruará não difere de outras cidades não, os mais graves e mais difíceis de serem resolvidos por demandarem muito investimento, são o tratamento do lixo, o tratamento de esgoto e o tratamento da água, fornecer e distribuir água. Estes são os grandes problemas que se não resolvidos são os maiores causadores de problemas de saúde na população, inclusive de mortalidade infantil de 0 a 1 ano. Nós fizemos levantamentos de dados e calculamos os valores de investimentos em 20 anos na ordem de R$ 300.000.000,00. Estes investimentos são para fazer as obras, contratar pessoal, fazer os programas de educação e para fazer a manutenção do sistema por 20 anos, porque a cidade vai crescer, a gente estimou o crescimento da cidade nesse período e no decorrer do tempo você tem que aumentar a rede, aumentar a coleta, tudo aumenta. O valor é altíssimo, diga-se de passagem. O município com certeza não tem capacidade de fazer isto por sua conta, então tem que buscar recurso na união, o dono do dinheiro nesse país é a União”, detalhou Scatena.
A 2ª Audiência Pública sobre Saneamento Básico aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, no auditório da Prefeitura Municipal de Uruará.
Já foram realizadas duas tentativas de implantação de rede de esgoto e rede de água encanada na cidade de Uruará, mas nunca evoluíram até a conclusão e jamais funcionou. Com o projeto ‘Plano de Saneamento Básico de Uruará’ elaborado, espera-se que sejam iniciadas obras e finalizadas, contemplando toda a população e reduzindo gastos com saúde pública. É um investimento urgente necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário