terça-feira, 13 de junho de 2017

Jovens procuram Juntam de Serviço Militar de Uruará para se alistarem

Por Joabe Reis

Quase 300 jovens já fizeram alistamento no Serviço Militar em Uruará, prazo termina dia 30 de junho
O Alistamento Militar deve ser realizado por todo jovem brasileiro, do sexo masculino, no período de 2 de janeiro até o último dia útil do mês de junho do ano em que o cidadão completar dezoito anos, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência ou através do Website http://www.alistamento.eb.mil.br/ para os jovens que completam 18 anos em 2017.
No país mais de um milhão e 300 mil jovens já se alistaram. Na Junta de Serviço Militar do município de Uruará 256 jovens já se alistaram. Entre os já alistados neste ano estão jovens de Uruará, Placas, Medicilândia, Brasil Novo e de Altamira. Os alistados na Junta Militar aqui do município são 100% dispensados por não ser um município tributário. O que chama a atenção de muitos jovens que não querem seguir carreira militar.
Os documentos necessários para efetivação do alistamento são certidão de nascimento ou equivalente (carteiras de identidade, de motorista ou de trabalho), comprovante de residência e uma foto 3x4 recente.
O alistamento militar online está disponível para jovens de nove Estados: Amapá, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Santa Catarina e Sergipe.
Para solicitar o alistamento online será necessário informar o CPF e a utilização dos dados de um dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento; Registro Geral (Identidade) ou Documento de Nacionalização.
O alistamento deve ser realizado por todo jovem brasileiro, do sexo masculino, no período de 2 de janeiro até o último dia útil do mês de junho do ano em que o cidadão completar dezoito anos, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de residência do jovem ou por meio da internet, para esse grupo de nove Estados que conta agora com o serviço por meio da internet.
O alistamento é obrigatório e, sem ele, o cidadão fica impedido, por exemplo, de tirar passaporte, ingressar no serviço público ou ser matriculado em qualquer instituição de ensino – inclusive universidades. Além disso, está previsto pagamento de multa, que varia de acordo com a quantidade de dias em que o candidato deixou de se alistar.
Todo ano, cerca de dois milhões de jovens fazem o alistamento militar e aproximadamente 200 mil são incorporados às Forças Armadas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário